• Redação Obra Prima

Casas modulares de madeira unem minimalismo e sustentabilidade

Atualizado: 8 de jan.

Entre os projetos que ganharam destaque, no último ano, estão as Mod Houses, habitações de madeira com estruturas pré-fabricadas. Por Forest Digital, fotos de @agenciaibiraquera


Mod Houses: Arquitetura contemporânea aos moldes de um loft de ambiente integrado.


A pandemia de Covid-19 mexeu com diversos setores da economia, inclusive com o da construção civil. Graças à adoção do home office, que virou o regime de trabalho definitivo em muitas companhias, diversos trabalhadores podem morar onde quiserem, desde que tenham acesso à Internet. Nesse cenário, casas com estruturas pré-fabricadas começam a ganhar destaque.


A Terra Sol, usina de tratamento de madeiras, que, além de produzir madeiras ecológicas com base em qualidade e legalidade, construir e auxiliar outras construtoras a utilizarem esse substrato de forma correta, viu seus projetos decolarem: em 2021 a busca por esse tipo de construção modular teve um aumento significativo.


O piso inferior possui cozinha, banheiro, sala, varanda frontal, área de serviço e a escada de acesso ao mezanino.


“Quando começamos a trabalhar com madeiras autoclavadas de eucalipto e pinus para aplicação na construção civil, em 2002, fomos vistos muitas vezes com desconfiança. Há questões culturais na aceitação e uso de madeiras reflorestadas, mas estamos quebrando esse paradigma”, diz Thiago Streck Peres, diretor técnico comercial da Terra Sol.


Um dos projetos que ganhou destaque no último ano são as Mod Houses, habitações de madeira com estruturas pré-fabricadas que criam um novo conceito para o termo “lar”. São imóveis com custo a partir de R$ 2.500 o metro quadrado (m²) que apostam em um conceito minimalista, com duas opções de metragem: 40 ou 54 m², com sala, copa, cozinha, banheiro, varandas e mezanino, que poderão ter ainda seu layout e área customizada.


“O modelo projetual é extremamente versátil: as Mod Houses podem ser utilizadas como casa, hotel ou hospedagem, comércio, home-office, casa para aluguel de temporada… Quando usadas como moradia, a proposta é a de que o dormitório esteja no mezanino, fazendo uso do clássico conceito de loft aberto e integrado”, explica Peres.



Construção limpa e ágil

A tecnologia preza pela sustentabilidade no sistema construtivo, com canteiro de obra mais ágil e limpo, sem os resíduos de construções em alvenaria tradicional. Outra característica do projeto está na ventilação cruzada: uma sala ou ambiente com ventilação em paredes opostas ou semiopostas, o que gera grande conforto térmico, ainda mais quando aliada ao uso de isolamentos termoacústicos que estão presentes nas Mod Houses nos seus painéis de paredes e cobertura.



“A madeira tem propriedades naturais únicas, como conforto térmico, acústico e sensorial”, afirma Silvio Lima, especialista em tratamento de madeira e gerente da unidade industrial da Montana Química, multinacional especialista em madeira parceira da Terra Sol no empreendimento. “Além disso, o tratamento industrial da madeira, aliado a produtos como stains e vernizes, garante proteção contra cupins, fungos, chuva, sol, enfim, quaisquer agentes danosos.”



O projeto piloto @ibiracottage está em Imibituba (SC), às margens da Lagoa da Ibiraquera, e foi financiado por uma família de brasileiros que morou no Canadá por anos e retornou ao país nesse período. Atualmente, o modelo aplicado às Mod Houses está no fornecimento do todo o kit construtivo agregado ao projeto com manual de montagem, de forma que é possível incentivar clientes e parceiros de negócios a difundir o seu uso pelo país, assim como replicar os moldes da pré-fabricação em novos projetos que já estão sendo concebidos, como office gardens, módulos padronizados e outras diferentes edificações em geral.






Construção limpa e ágil.


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo