• Redação Obra Prima

Um Spa Inspirador

Esta semana foi anunciado que o Six Senses Botanique, em Campos do Jordão, o primeiro Six Senses das Américas, dobrará de tamanho, com obras que serão iniciadas a partir de 2024. Em tempo de férias de julho, pausa necessária para repor as energias e relaxar, vale mostrar o exclusivo spa deste famoso hotel, antes de qualquer mudança. Foi projetado pelo escritório Coletivo de Arquitetos, ainda para os antigos proprietários, em 2012. Uma construção com consideráveis desafios, mas de resultado surpreendente. Fotos: Vinicius Nunes.




"O Spa ocupa todo um andar semi enterrado do Hotel Botanique Six Senses. O projeto partiu de um desafio: se valer de uma estrutura pré-existente com espaços pequenos e fragmentados, iluminação deficitária e pé direito baixo em alguns trechos, características que inicialmente não eram exatamente adequadas para a ocupação de um Spa.


Para que o Spa Botanique Six Senses conseguisse ser encaixado no pavimento destinado a ele, um intenso processo de demolição interna foi executado, liberando uma planta livre de aproximadamente 700,00m². Parte da alvenaria de fechamento externo foi também demolida com o intuito de liberar a vista para a especial paisagem da Serra da Mantiqueira.




O Spa é dividido em duas áreas. A primeira foi desenhada para receber uma pequena loja com produtos para banhos e massagens, desenvolvidos especialmente para o local; áreas de descanso com vista para os jardins e paisagem da serra, além de algumas salas de terapia. A segunda área do Spa, essa com pé direito mais generoso e com relação mais intensa com a paisagem da Mantiqueira, acolheu as áreas molhadas: saunas, banhos de imersão e salas de massagens com preparados de argila úmida.




Algumas paredes do Spa receberam um tratamento gráfico exclusivo tendo como referência estética a Silicogravura, artesanato elaborado com areias coloridas contidas em recipientes de vidro. A releitura arquitetônica desse trabalho artesanal típico de algumas praias do nordeste brasileiro, ativa o imaginário dos usuários do Spa, permitindo uma conexão conceitual e afetiva entre o espaço projetado e balneários praianos da costa brasileira. Uma dose de tropicalidade em contraposição à paisagem serrana de Campos do Jordão."





  • Ano: 2012

  • Localização: Campos do Jordão, SP | Brasil

  • Área: 700,00m²

  • Autores: Guile Amadeu e Rodrigo Lacerda

  • Equipe: Guile Amadeu, Rodrigo Lacerda e Daniele de Souza

  • Coordenação de Obra: Arquiteta Ana Cruz

  • Outros: Painéis de Silicogravura - Loro Verz


A PISCINA



"O projeto para a piscina externa responde à uma necessidade que o hotel tinha de expandir a estrutura de seu spa para além das fronteiras do edifício principal onde está inserido. O local escolhido faz parte de uma área de densa vegetação nativa e a nova piscina substituiu um lago que existia no local. A partir da sua implantação, a proposta da piscina assume a linguagem orgânica da geometria do antigo lago, moldando-se entre volumes já construídos e elementos naturais existentes, além de recuperar parte da herança do local ao incorporar em seu desenho um jardim com espécies aquáticas nos limites da piscina, aumentando a interação com o entorno."




  • Ano: 2013

  • Localização: Campos de Jordão, SP I Brasil

  • Área: 340 m²

  • Autores: Guile Amadeu e Rodrigo Lacerda

  • Equipe: Guile Amadeu, Rodrigo Lacerda e Juliana Pimenta


Texto: arquitetos

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo