top of page
  • Redação Obra Prima

Praia da Grama

Vencedora do Prêmio Master Imobiliário 2021, a Praia da Grama, paraíso que une golfe, hípica e praia com a melhor tecnologia de ondas do mundo para a prática de surf, fica em Itupeva, num exclusivo condomínio a apenas 45 minutos da cidade de São Paulo. Numa área de 3.678 m², o projeto do Beach Club, que conta com sushi bar, bar da praia, spa, piscina, fitness center, beach tennis e volley é assinado por Gui Mattos. Fotos de Maíra Acayaba. Texto: Arquitetos.





Localizada em Itupeva, a apenas 70 quilômetros da capital, a Praia da Grama é uma espécie de oásis dentro da paisagem interiorana de São Paulo: piscina de ondas com cerca de 26.000 m² e uma faixa de areia equivalente a 1,5 km. É um complexo de blocos variados, ligados pelo mesmo partido arquitetônico e materialidades, mas com características e vocações distintas, além de avanços e recuos próprios. O projeto se desenvolveu a partir do alinhamento radial da piscina que, para produzir seus impulsos perfeitos, carrega geometria e padrões técnicos rígidos. O desenho, então, molda-se em torno do leque, distribuindo-se em formato radial, servindo ao mesmo tempo como anfiteatro e varanda para contemplação da onda.





Se a implantação se dá em formato de semicírculo, a entrada para o conjunto ocorre através de sua mediatriz, que recebe o pedestre no salão de eventos e o direciona para a atmosfera mais tranquila e afastada do conjunto, o spa. O caminho oposto conduz o visitante para a ala sul, onde se encontram os blocos destinados à gastronomia e esportes. Dentro desse percurso, a criação de uma extensa empena que separa as áreas sociais dos setores técnicos foi estratégia adotada para organização dos diferentes contextos. Além disso, resultou também em distintas percepções do espaço para quem chega no conjunto e nada vê, da sensação de entrar e se deparar com a surpresa de uma face oposta totalmente permeável, composta por panos de vidro que, sejam fixos ou móveis, integram a paisagem à todas as temáticas e variadas experiências de cada bloco do conjunto.





A busca pela simplicidade nas resoluções técnicas e estéticas do projeto foi de suma importância, o que implicou no uso de poucos materiais e consequente agilidade no processo construtivo. Piso em concreto, estrutura em madeira laminada colada, estrutura metálica, vedação em alumínio e vidro marcam os pavilhões da Praia da Grama. Essas materialidades abriram também espaço para o protagonismo dos jardins que, muito presentes e generosos, marcam o projeto de vegetação tropical e, por vezes, separam gentilmente um ambiente do outro.








3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page