• Redação Obra Prima

Design disruptivo

Atualizado: 14 de out. de 2021

Três mesas de jogos diferentes de tudo que você já viu!

Mesa Ping x Pong com design assinado por Felipe Bezerra e André Gurgel | Foto: Divulgação


Certos desenhos de produtos parecem não permitir qualquer forma de inovação. É o caso, por exemplo, do limpador de para-brisas. Anterior ao próprio carro, foi criado em 1903 - por uma mulher! Desde que surgiu, pouca coisa evoluiu nessas palhetas, com escovas de borracha presas a suportes metálicos, feitas para eliminar o excesso de água de chuva no vidro. Mas esta é outra história.


Nosso foco aqui são as criações dos designers Felipe Bezerra e André Gurgel, fundadores do Estúdio Mula Preta, que resolveram “quebrar o tabu" e redesenhar as mesas de sinuca, ping-pong e pebolim, transformando-as em móveis atraentes e versáteis.


André Gurgel apresenta a mesa Sinuca Di Trento.


A mesa Di Trento possui duas funções: pode ser usada como sinuca ou mesa de jantar | Foto: Divulgação



A mesa Di Trento, de sinuca traz desenho leve e espessura mínima, tem um sistema de caçapas em malha, que dispensa canaletas internas. Com pés que se interligam no centro, podem ser fabricadas com madeiras e tecidos de variadas cores. O móvel ganha nova função, com a sobreposição de dois tampos.


Ping x Pong

André Grugel e Felipe Bezerra e a Ping x Pong.


O famoso tênis de mesa, ou ping-pong, ganhou uma releitura clean e moderna. O formato em "X" da base, feito em aço corten, foi integrado ao nome: Ping x Pong. A coluna central é estruturada em concreto, e a rede é removível, transformando a peça em uma mesa de jantar.





Com dimensões oficiais, a estrutura e a rede (se é que pode ser chamada assim!) são de aço carbono. Já o tampo é de resina de poliéster, em madeira natural ou ebanizada.



Pebolim Pulse



O Totó ganha novo design pelas mãos do Estúdio Mula Preta | Foto: Divulgação


O Pebolim (futebol de mesa) Pulse, desenvolvido para a academia Pulse Health & Fitness, um projeto do renomado escritório RoccoVidal P+W. A paixão do Brasileiro mais uma vez em evidência. Com a singularidade dos materiais e a leveza que eles proporcionam, jogar pebolim torna-se uma experiência única.

Concebido com compensado certificado, acrílico, metal e vidro todos os aspectos foram estudados e desenhados, desde os bonecos de madeira torneada aos gols em acrílico moldado.

Um minicampo de futebol translúcido onde a bola parece flutuar!



Com informações do Estúdio Mula Preta.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo