• Redação Obra Prima

Casa Elemental

Atualizado: 16 de nov.

Criar uma arquitetura livre e criativa, capaz de transformar o espaço e as pessoas é a tônica do trabalho do Estúdio Zargos, em Belo Horizonte, Minas Gerais. A Casa Elemental não deixa mentir. "Um projeto que reflete em sua materialidade, formato e essência a nossa conexão com o que nos é fundamental", definem os arquitetos. Fotos: Jomar Bragança.





"Acreditamos que, na relação entre ser e lugar, são as sensações que fornecem harmonia. O contato com a natureza dos elementos transforma o ser, fazendo-o se identificar com seu meio e se conectar com suas raízes. Um espaço composto por elementos em suas mais puras formas inspira um corpo a buscar suas essências.





Atentos a isso, um lugar tem sua essência quando sentimos sua materialidade. Forma, textura, permeabilidade e conforto, são características que harmonicamente compõem uma arquitetura que não buscará apenas construir um teto sobre nossas cabeças, mas transcender as necessidades básicas da vida para nos conectar com o que nos é Elemental.





Tomando as sensações como ponto de partida, entendemos que podemos nos conectar com o mundo através dos nossos sentidos, como portas que nos abrem as possibilidades de explorar o que nos envolve.





- A visão contempla a beleza das cores, a particularidade das formas, a geometria saliente e a presença da natureza que nos visita ao olharmos para fora. - O tato sente o prazer das diferentes texturas, desde o aconchegante calor de um macio cobertor de lã à sobriedade da frieza de um áspero concreto. - O olfato experimenta o perfume de uma flor, o frescor de terra molhada e a nostálgica lembrança da infância pelo bolo recém-assado esfriando sobre a bancada da cozinha ou a madeira queimando no fogão a lenha. - O paladar degusta o doce de uma fruta colhida no pé, o tempero escolhido no jardim e o sabor de uma comida preparada com o fornecimento do ambiente. - A audição aprecia o farfalhar das folhas à janela, o assovio dos ventos à noite, o canto dos pássaros e o gargalhar de uma criança ressoando à nossa volta.






São muitas as sensações que os sentidos podem nos proporcionar, mas nada é mais valioso do que os sentimentos que elas nos causam, alegria, saudosismo, deleite, afeto, amor e paz, sentimentos que nos transformam, dia após dia, no que realmente somos.


Em meio a tantos sentidos, sentimentos e sensações traçamos então a Casa Elemental, um projeto que reflete em sua materialidade, formato e essência a nossa conexão com o que nos é fundamental".







2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo