• Redação Obra Prima

Um cenário de série de TV

Projeto da Ouriço Arquitetura e Design, esta casa em Araras, na serra fluminense, tem arrancado suspiros como cenário, no 7º episódio da série “Todas as mulheres do mundo”, em cartaz na @globoplay. Confira os detalhes desta residência que, literalmente, rouba a cena. Depoimento dos arquitetos. Fotos: @mca_estudio.


"A fachada e a montanha: o proprietário nos encomendou uma moradia na serra, em Araras, integrada à paisagem e com o visual de um galpão. Seguimos à risca sua demanda, usando materiais como tijolos maciços, ferro, vidro e madeira. O resultado é essa casa, que serve de locação para o 7º episódio da série #todasasmulheresdomundoserie na @globoplay.




A sala tem pé direito duplo e um mezanino. Janelões com esquadrias de ferro filtram luz natural farta e emolduram a paisagem.



Quando a noite cai, a fachada da casa na serra se ilumina, desenhando um jogo de luz e sombra na textura dos tijolos maciços.




Dentro e fora dialogam em todos os ambientes. A circulação, em piso PB (o mesmo da cozinha), é protegida com painéis de vidro, que se abrem completamente para a paisagem.



O pergolado, ao lado da piscina, foi montado com a mesma estrutura de ferro das esquadrias e ganhou cobertura de cortina de palha para barrar a luz e calor excessivos. Essa textura proporciona também uma sombra que desenha o piso e a parede de tijolos maciços.



A sala tem um pé direito de 7m de altura e janelões amplos emoldurando a paisagem. Há ainda um mezanino, onde fica a sala de TV/escritório.



O spa fica conectado por uma escada externa, que faz a ligação com a casa. Ali, a piscina de água quente ganhou revestimento de pastilhas de vidrotil. A claraboia no teto torna o espaço mais solar e iluminado. No piso, deck de madeira, que se alonga para a área externa.



Com a iluminação noturna, a textura dos revestimentos que foram escolhidos para a fachada se sobressaiu. Procuramos destacar a forma da moradia, mas tomando o cuidado para que ela não rivalizasse com a paisagem de montanha no vilarejo de Araras, na serra fluminense.



Esta imagem da fachada iluminada mostra os ângulos e volumetria da residência e como ela ocupa o terreno em dois módulos: um é o social, com pé direito de 7m e mezanino. O outro, perpendicular, térreo, alinha os quartos em frente à área de lazer.



Tijolos aparentes, ferro, vidro e muita madeira desenham esse nosso projeto de uma casa na serra - estilo galpão - em Araras. Aqui, a vista lateral, os fundos, e a iluminação cênica da fachada.



Outro ângulo da fachada. Reparem que o estar pode fica transparente para o lado externo. O teto foi forrado com madeira e a estrutura fica aparente, com o pé direito de 7m."



A cozinha: um episódio à parte


"A cozinha foi pensada para reunir a família e os amigos, um lugar central, onde todos tivessem acesso aos equipamentos e fossem aquecidos pelo forno a lenha no inverno.



A bancada foi pensada para deixar tudo à mão e facilitar a movimentação na cozinha. As panelas e utensílios ficam à vista e muita luz natural entra pela janela em cumaru.


Na cozinha, o piso preto e branco faz o link com as esquadrias de ferro da casa, dando unidade ao projeto."


Crédito do Texto: Ouriço Arquitetura e Design





3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo