• Redação Obra Prima

CASACOR ES ocupa Batalhão de Infantaria

A CASACOR Espírito Santo 2022 começou esta semana, dia 18 de outubro, numa localização privilegiada: o 38° Batalhão de Infantaria, localizado na Prainha, em Vila Velha. No local, 38 ambientes projetados por um seleto time de 42 profissionais já consagrados no mercado e jovens talentos das áreas de arquitetura, design de interiores e paisagismo, traduzem diversas interpretações do tema Infinito Particular. Fotos: Camila Santos/CASACOR.


Daniela Andrade - Infinito particular. Projetado em um píer com área total de 380 m², que leva o nome da mostra, a proposta é despertar sensações, por meio de obras de arte, peças teatrais, e algumas surpresas inseridas no caminho. (Camila Santos/CASACOR)


O projeto compreende uma área extensa do 38º BI, que envolve diversos imóveis, como o Hotel de Trânsito, que foi transformado em um Hotel Boutique, parte do Pavilhão de Comando, que abriga boa parte da área gastronômica e o icônico Forte São Francisco Xavier da Barra, uma das construções mais antigas do Estado, iniciada na “Capitania do Espírito Santo” por Francisco Gil de Araújo, entre 1678 a 1682. O Batalhão já foi palco da 16ª edição da CASACOR ES, realizada em 2006.


O forte fica na encosta do morro que abriga um dos tesouros do Estado do Espírito Santo: o Convento da Penha, com frente para a Baía de Vitória. O lugar encanta também com sua vista para a Terceira Ponte e a capital, Vitória.


A CASACOR Espírito Santo se estende também por toda a área banhada de mar e histórias, composta pelo Forte São Francisco Xavier da Barra, pelo Hotel de Trânsito e por parte do pavilhão de comando do 38º BI, passando pelo píer e a prainha do 38º BI. O trajeto conecta as edificações ao mar e explora a variedade de paisagens, com ambientes arrojados e atuais.


Lais de Sá - Home Office. (Camila Santos/CASACOR)


Infinito Particular


Apaixonada por história e arquitetura, a diretora da mostra capixaba, Rita Rocio Tristão, identificou-se com o tema proposto para a CASACOR deste ano, Infinito Particular. O tema convida à reflexão sobre a prioridade do equilíbrio, do bem-estar físico e mental dos moradores, em casas absolutamente biográficas.


“O tema foi um desafio para os profissionais expositores inserirem em seus ambientes o seu universo particular por meio de detalhes que emocionem, como objetos e boas lembranças, da mesma forma que fazemos nos nossos lares, e que despertem o prazer de morar bem, com conforto, tendências e tecnologia. Nossa casa deve refletir nossas emoções. O tema é um convite a refletir sobre este novo morar”, destaca Rita.


Sérgio Palmeira Studio - Varanda do Living. (Camila Santos/CASACOR)


Tudo começa na escadaria do imponente Forte São Francisco Xavier da Barra, cuja construção data de 1703. Por seus mais de 300 anos, essa primeira fase do passeio expõe espaços de inspiração cultural, onde há histórias contadas por meio de livros, objetos musicais e peças de valor afetivo que ganham ambientação leve, personalizada e envolvente.


Chegando ao Pátio Vista do Forte, os canhões centenários apontam para o mar e para a vista impactante da Baía de Vitória, do Convento da Penha e da Terceira Ponte, ícones do Estado. Momento de pausa no diferenciado Café do Forte para desfrutar deste local histórico e ao mesmo tempo integrado à natureza única, uma oportunidade rara bem no âmago, normalmente restrito, do 38º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro.


Arquitetura 27 - Sala de Música Natuzzi. (Camila Santos/CASACOR)


A cobertura metálica do mirante, em forma de vela, remete às caravelas e às embarcações da história da Marinha Brasileira e emoldura a possibilidade única de apreciar toda a beleza da baía, frente à capital, Vitória. Essa estrutura permitirá a visitação sustentável e acessível ao local, preservando o patrimônio histórico que dará espaço a um Centro Cultural aberto ao público após a mostra, num projeto conjunto entre poder público e iniciativa privada, que já se iniciara antes e permanecerá após a presença da CASACOR Espírito

Santo no local.


Após o mirante, o visitante irá circular por um intimista Hotel Boutique, cujas cinco suítes conectam-se com a paisagem excepcional do entorno que, repleto de natureza, as transforma em refúgios perfeitos para lua de mel e viagens em família, motivando momentos inesquecíveis e completa desconexão da rotina do dia-a-dia.


Em seguida está a casa da mostra, idealizada para um casal com dois filhos adultos, com vida social ativa e que aprecia receber e confraternizar com boa mesa, bons vinhos, muito conforto e beleza. O estilo de vida da família está impresso nos espaços que “conversam” de forma elegante entre eles. As suítes da filha, do filho e do casal, além da ampla cozinha e do living conectado à varanda, têm uma charmosa adega em anexo.



Milena Ferrari e Rita Gumieiro - Suíte Mar. (Camila Santos/CASACOR)


O exterior da mostra é a próxima etapa, marcado pelo píer que adentra o mar, ele mesmo mais um ambiente da mostra de nome perfeito: Infinito Particular. Ali o despertar dos sentidos e o gesto de se desconectar da rotina são elevados a uma verdadeira experiência conceitual. Entre as diversas sensações que provoca, a experiência visual provoca o encontro consigo mesmo num cenário que envolve a natureza, a fé, a arquitetura e o cosmos urbano da capital Vitória, a partir de ícones já consagrados na memória afetiva dos capixabas.


Ainda na área externa, o Beach Club é a porta de entrada dos ambientes comerciais, que se conectam aos quatro imóveis por meio da prainha do 38º BI, que liga a boa gastronomia ao clube de praia luxuoso, que receberá diversos eventos da mostra, como as transmissões dos jogos da Copa do Mundo de 2022.


Desse corredor comercial, chega-se à última etapa de visitação, o setor gastronômico propriamente dito, com drink bar, lounge de eventos e restaurante. De frente para a Baía de Vitória, com os personagens marcantes da Terceira Ponte, do Forte e da vista icônica do pôr do sol, este recanto da mostra o convida a esquecer do tempo e a entregar-se ao ‘dolce far niente’.


Larissa Villaschi – Drink Bar. Camila Santos/CASACOR



Gastronomia


O Restaurante criado pela arquiteta e designer de interiores Alessandra Cohen tem características marcantes e comuns do Pará, terra natal da profissional, e do Espírito Santo, como a pesca, a arte e a forte presença do artesanato capixaba e brasileiro. O menu diversificado, para todos os gostos, foi elaborado e assinado pelo Centro de Convenções de Vila Velha (CCVV), empresa com vasta experiência, referência no Estado no segmento de eventos e buffet.


Já o Café da Casa, projeto da arquiteta Renata Tristão, foge do usual e traz o conceito de “Cafeteria Galeria”. Instalada no Forte São Francisco Xavier, a cafeteria tem o comando do Café Lorenzon, sucesso em edições anteriores da CASACOR, que retorna à mostra com as suas deliciosas omeletes, waffles, toasts, ovos benedicts, hambúrgueres, bolos, cafés e cappuccinos especiais.


A área gastronômica é complementada ainda com ambientes como o Drink Bar, com vista exuberante da baía de Vitória, projetado pela arquiteta e urbanista Larissa Villaschi, pautada em cores leves e tendências de aspecto naturais, em diálogo com a paisagem do entorno. O ambiente tem operação do Tekoá, que chega primeiro na CASACOR antes mesmo de sua estreia oficial na Curva da Jurema, em Vitória, com uma proposta voltada para brasilidade, sem deixar de lado a sofisticação da alta coquetelaria.


Alessandra Cohen - Restaurante. (Camila Santos/CASACOR)


Na carta de drinks criada especialmente para a mostra foram destacados os drinques mais refrescantes, fáceis de beber e os complexos com sabores mais marcantes, como o “Tekoha”, que leva cupuaçu e priprioca (erva aromática) na composição. Todos serão assinados pelo bartender Renan Guerreiro, que desde 2006 atua como consultor de bares e restaurantes, passando por Belém (PA) e Balneário Camboriú (SC), e em terras capixabas desenvolveu a carta de vários estabelecimentos.


Para quem curte um chope gelado, o Beach Clube criado pela arquiteta Vivyan Modesto faz uma alusão aos beach clubs urbanos, com o privilégio do pé na areia, e tem o comando da Cervejaria Barba Ruiva, uma das mais tradicionais do ramo artesanal do Espírito Santo, com vários prêmios acumulados de cervejas que conquistam paladares devido aos sabores e aromas únicos. Ali inclusive serão transmitidos os jogos da Copa do Mundo 2022, contemplando o espetacular pôr-do-sol que o espaço à beira mar oferece.


Cyane Zoboli - Studio do Colecionador. (Camila Santos/CASACOR)



Espaços Comerciais


Além do restaurante, café, drink bar e da cervejaria em funcionamento na mostra, a CASACOR Espírito Santo 2022 traz também uma área comercial de compras e serviços. A Joalheria Ricardo Vieira, situada às margens da praia de Piratininga, será uma ‘Casa de Joias’ assinada pelos profissionais Iago Longue e Laís Almeida, com a proposta de homenagear a maioridade dos seus 21 anos consecutivos na mostra. No interior da loja há várias peças desenhadas pelo joalheiro, especialmente para a CASACOR ES, expostas em estruturas anexas paredes em estilo Art Deco.


A tradicional loja Galeria do Artesanato, parceria com o Sebrae, dá visibilidade ao conjunto de artesãos capixabas que mistura diversos materiais, arte e a cultura popular de forma harmônica em peças alto nível de design e qualidade em sua composição. Espaço projetado por Karla Giaretta.



Christian Vieira, Vinicius de Oliveira e Sávio Lombardi - Lounge de Eventos. (Camila Santos/CASACOR)



Serviço CASACOR Espírito Santo 2022


Quando: De 18 de outubro a 18 de dezembro de 2022


Onde: 38º Batalhão de Infantaria – Praia de Piratininga, s/n – Prainha, Vila Velha – ES


Horários: De terça a sábado, das 14h às 21h. Domingos e feriados, das 12h às 19h


Leia mais no site da CASACOR




3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo